Quer ganhar um e-book GRÁTIS?


Assine a nossa lista, e receba grátis o e-book

"Como montar o seu Plano de Investimentos"!

 

Educação Financeira

Comprar à prazo ou à vista?

Não é muito comum, mas às vezes acontece: a loja lhe oferece a possibilidade de comprar por um preço menor à vista do que parcelado. E aí você se pergunta: o desconto oferecido vale à pena? O Professor Money vai te ajudar nessa. Recorte a tabelinha abaixo e leve sempre na sua carteira ou bolsa.

Como a tabela funciona? É simples. Em primeiro lugar, você precisa saber qual o seu “custo de oportunidade”, ou seja, o que você faria com o dinheiro do desconto caso optasse por ele:

– Se você tem aplicações financeiras, o seu “custo de oportunidade” é a taxa que você obtém nas suas aplicações. Por exemplo, a taxa da caderneta de poupança é de aproximadamente 0,5% ao mês.

– Se, por outro lado, você vai tomar dinheiro emprestado para pagar a compra (procedimento não recomendável, mas vai que é uma necessidade premente), o seu custo de oportunidade é a taxa de juros do empréstimo. Por exemplo, um crédito pessoal sai na faixa de 3%-4% ao mês, enquanto o cheque especial vai te cobrar 10% ao mês.

Com esse dado na mão, você vai na linha do número de parcelas, e vê o desconto que corresponde ao seu custo de oportunidade.

– Se você tem aplicações financeiras, esse desconto é o mínimo que você deve exigir para comprar à vista. Um desconto menor significa que vale a pena deixar seu dinheiro no banco rendendendo e comprar à prazo.

– Se você vai tomar um empréstimo para adquirir o bem, o desconto da tabela também é o mínimo que você deve exigir. Um desconto menor significa que os juros embutidos na parcela são maiores do que os juros do seu empréstimo.

Vamos exemplificar com um caso bastante comum: o pagamento do IPVA. Normalmente, o IPVA pode ser pago à vista com desconto de 3%, ou em 3 vezes pelo valor cheio. Vejamos:

– Digamos que você esteja com o seu dinheiro na caderneta de poupança, rendendo um pouco mais do que 0,5% ao mês. Consultando a tabela no cruzamento do 0,5% com 3 parcelas, encontramos o desconto mínimo de 0,5%. Portanto, um desconto de 3% vale muito a pena.Como funciona esta conta? Simples, veja a seguir um exemplo de um IPVA no valor de R$ 1.000, ou R$ 970 com desconto.

Mês 1: você tem hoje R$ 970 para pagar à vista, mas resolve pagar à prazo. Paga a 1ª parcela de R$ 333,33 e aplica os restantes R$ 636,67 na poupança.

Mês 2: os seus R$ 636,67 aplicados na poupança renderam 0,5%, o que dá R$ 639,85. Você então resgata R$ 333,33 para pagar a 2ª parcela, e restam na poupança R$ 306,52.

Mês 3: os R$ 306,52 que restaram na poupança renderam outros 0,5%, resultando em um saldo de R$ 308,06. Como você deve R$ 333,33, vai ter que colocar do bolso mais R$ 25,27 para completar a parcela que falta do IPVA.

Portanto, neste exemplo, teria sido melhor pagar à vista, conforme a tabela demonstrou! Se o desconto fosse menor que 0,50% (que é o número da tabela), aí sim faria sentido pagar à prazo. Se, por outro lado, você estivesse em uma aplicação que lhe rende 4% ao mês (!), o desconto mínimo exigido seria de 3,80%. Portanto, neste caso, valeria pagar a prazo. Vejamos:

Mês 1: você tem hoje R$ 970 para pagar à vista, mas resolve pagar à prazo. Paga a 1ª parcela de R$ 333,33 e aplica os restantes R$ 636,67 na sua aplicação que rende 4% ao mês.

Mês 2: os seus R$ 636,67 aplicados renderam então 4%, o que dá R$ 662,14. Você então resgata R$ 333,33 para pagar a 2ª parcela, e restam na poupança R$ 328,81.

Mês 3: os R$ 328,81 que restaram na sua aplicação renderam outros 4%, resultando em um saldo de R$ 341,96. Você paga os R$ 333,33 da última parcela, e ainda vai lhe sobrar R$ 8,63 para comprar um sorvete. Portanto, neste caso, valeu à pena pagar à prazo, pois o desconto oferecido não foi suficiente para compensar os juros de sua aplicação.

Vejamos agora o mesmo exemplo do IPVA, mas para alguém que vai usar o cheque especial para pagar. Como os juros do cheque especial são de 10% ao mês, o desconto mínimo oferecido deveria ser de 8,82%. Com um desconto de 3%, nem pensar em pagar à vista. Vamos comparar as duas formas de pagamento mês a mês:

Pagamento à vista
Pagamento à prazo
Mês 1
você toma emprestado R$ 970 no cheque especial e paga o IPVA à vista.
você toma emprestado R$ 333,33 no cheque especial e paga a 1ª parcela do IPVA.
Mês 2
os seus R$ 970, com os juros de 10% ao mês, viraram um saldo devedor de R$ 1.067.
os seus R$ 333,33, com os juros de 10% ao mês, viraram um saldo devedor de R$ 366,66. Você toma mais R$ 333,33 no cheque especial para pagar a 2ª parcela, totalizando um saldo devedor de R$ 699,99.
Mês 3
os seus R$ 1.067, com mais 10%, resultaram em um saldo devedor final de R$ 1.173,70.
os seus R$ 699,99, com os juros de 10% ao mês, viraram um saldo devedor de R$ 769,99. Você toma mais R$ 333,33 no cheque especial para pagar a 3ª parcela, totalizando um saldo devedor de R$ 1.103,32.

Comparando os dois saldos finais, vemos claramente que o pagamento à prazo, neste caso, é largamente superior. E se o desconto para pagamento à vista fosse de 9%? A nossa tabela diz então que valeria a pena pagar à vista. Vejamos:

Pagamento à vista
Pagamento à prazo
Mês 1
você toma emprestado R$ 910 (9% de desconto sobre o valor à vista) no cheque especial e paga o IPVA à vista.
você toma emprestado R$ 333,33 no cheque especial e paga a 1ª parcela do IPVA.
Mês 2
os seus R$ 910, com os juros de 10% ao mês, viraram um saldo devedor de R$ 1.001.
os seus R$ 333,33, com os juros de 10% ao mês, viraram um saldo devedor de R$ 366,66. Você toma mais R$ 333,33 no cheque especial para pagar a 2ª parcela, totalizando um saldo devedor de R$ 699,99.
Mês 3
os seus R$ 1.001, com mais 10%, resultaram em um saldo devedor final de R$ 1.101,10.
os seus R$ 699,99, com os juros de 10% ao mês, viraram um saldo devedor de R$ 769,99. Você toma mais R$ 333,33 no cheque especial para pagar a 3ª parcela, totalizando um saldo devedor de R$ 1.103,32.

Ou seja, desta vez valeu mais à pena pagar à vista.

Uma observação final importante: essa tabela funciona quando o pagamento da primeira parcela ocorre na data da compra. Se o financiamento ocorrer sem entrada, então as taxas da tabela são um pouco maiores, pois o desconto que está sendo dado pelo lojista é maior.

Crédito do thumbnail: Free Digital Photos by stockimage.

Receba atualizações do site em seu e-mail!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

8 Comentários

  1. Samuel disse:

    Caro Dr. Money.
    Qual o cálculo, fórmula para se chegar nos valores da tabela custo da oportunidade x desconto ?
    Grato
    Samuel

    • drmoney disse:

      Samuel, eu uso apenas a função financeira de pagamentos iguais com taxa de juros constante. Você tem isso em qualquer calculadora financeira ou no Excel a função rate ou juros.

  2. Eduardo Bastos disse:

    mto bom o post!! parabens!!

  3. Diego disse:

    Ressuscitando o post…
    Tenho a seguinte situação:
    O valor do aluguel de uma residência, pelo período de um ano, me custará R$ 300,00 por mês.
    Tenho a possibilidade de ralizar o pagamento à vista, com 3,5% de desconto.
    Pelo que entendi da tabela, seria vantajoso realizar o pagamento à vista, levando-se em cosnideração que minha aplicação financeira (Poupança) rende algo em torno de 0.6% ao mês.
    É isso mesmo?
    Não consigo entender o conceito deste cálculo!

    • Dr. Money disse:

      Diego, é isso mesmo! Na tabela, cruzando a linha 12 pagamentos com o seu custo de oportunidade 0,5% ao mês, o desconto de equilíbrio (em que tanto faz você pagar à vista ou a prazo) seria de 2,69%. Como o seu desconto é de 3,5%, então vale a pena pagar à vista. O conceito é o seguinte: se você deixar o seu dinheiro na poupança rendendo 0,5% ao mês, e ao mesmo tempo pagar R$ 300 todos os meses, ao final de 12 meses você terá menos dinheiro do que se tivesse usado o desconto oferecido. Um outro post que pode te ajudar a entender o conceito é http://www.drmoney.com.br/educacao-financeira/consumo/pagar-o-ipva-vista-ou-parcelado/

  4. Roberto Pina Rizzo disse:

    Prático! Coisa de engenheiro!

  5. Patricia disse:

    Dr. Money,
    Vou levar vc nas próximas compras da famílias para fazer esse cálculo. kkkk. Mas o ideal é sempre pagar a vista, pedindo desconto, certo?
    abraços e bjs na Sra Money.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.