Quer ganhar um e-book GRÁTIS?


Assine a nossa lista, e receba grátis o e-book

"Como montar o seu Plano de Investimentos"!

 

Educação Financeira

A maldição do jogador de futebol

Reportagem do UOL (Desempregado e com dívida de R$ 1 mi, Zé Elias é preso e tenta habeas corpus) dá conta das desventuras do ex-jogador Elias, ex-ídolo do Corinthians e ex-rico. Os leitores deste blog lembrarão de um caso semelhante, do jogador Muller (Muller e a Teoria do Gás).

Mais um caso em que uma pessoa bem sucedida não consegue manter o seu status, e afunda-se em dívidas. Mais uma comprovação da Teoria do Gás. Ao contrário da reportagem sobre o jogador Muller, não fica claro como Zé Elias chegou a essa situação. A única dica é a sua incapacidade de pagar a pensão de uma de suas ex-mulheres, em uma dívida que já chegou a R$ 1 milhão.

A este respeito, encontrei um artigo bastante interessante (Por que os atletas ficam em dificuldades financeiras?), em um blog igualmente interessante sobre Finanças Comportamentais. O autor, Prof. César Tibúrcio, da UNB, destaca quatro pontos que podem levar jogadores de futebol a colocar tudo a perder:

– Investimentos ruins, em negócios arriscados;
– Desconhecimento de conceitos básicos de finanças pessoais, e delegação da gerência de seu dinheiro para pessoas igualmente ignorantes sobre esses conceitos (parentes, amigos);
– Divórcio em que a pensão é calculada com base em uma renda que não se repetirá no futuro;
– Ajuda a parentes e amigos em dificuldades financeiras, dado que normalmente prevalece a pobreza no ambiente onde o atleta se criou.

Eu acrescentaria um quinto ponto, que é justamente a Teoria do Gás: o jogador estabelece um padrão de vida baseado em um nível de renda que não consegue manter após a aposentadoria. E aí, voltar para trás fica difícil… Apesar da grande maioria dos leitores deste blog não serem jogadores de futebol, é muito útil termos em conta as 4 armadilhas elencadas pelo Prof. César em seu artigo. E, é claro, a Teoria do Gás.

Artigos relacionados:
O orçamento doméstico e a Teoria do Gás
Muller e a Teoria do Gás

Crédito do thumbnail: Free Digital Photos by Naypong.

Receba atualizações do site em seu e-mail!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

4 Comentários

  1. Roberto Pina Rizzo disse:

    Everton, agora que já se casou, então não se separe.

  2. Everton Ricardo disse:

    kkkkk
    Ta certíssimo Roberto, estou rindo do item 4.
    Adorei, o problema é que já casei..rsrsrs.
    Abraços!

  3. Roberto Pina Rizzo disse:

    Receita para nunca ficar pobre (nem na velhice):

    1 – Pague-se primeiro: ao entrar dinheiro novo, guarde 30% e o resto você pode torrar à vontade. E lembre-se: dinheiro aplicado é dinheiro em que só se mexe para mudar de aplicação.

    2 – Nunca pague juros: se precisar trocar de carro, por exemplo, junte dinheiro por dois, três ou cinco anos e compre à vista. Nada de crediário, nunca. Se não conseguir juntar, fique sem. Você não vai morrer por isto.

    3 – Estude sempre, atualize-se e não se acomode no mundo profissional, para não se engolido vivo pela geração Y, Z, W…

    4 – Na dúvida, não se case.

  4. Anonymous disse:

    Luto constantemente contra essa teoria do gás. Recentemente fui aprovado em um concurso público e irei ganhar 4 vezes mais o que ganho atualmente. Será um grande esforço manter meu padrão de vida simples. Principalmente por causa das companhias. Quando todos à sua volta esbanja dinheiro com roupas e carro, você fica um pouco deslocado. É uma luta constante. Mas pretendo manter minha forma de me vestir, meu bom carrinho 1.0 e meu apartamento pequeno mas do tamanho que preciso!!
    Abraços,
    leo.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.